Os desafios de quem combate o machismo todo dia

A estudante Bianca Mota, de 22 anos, conta que desde pequena teve que lidar com a imposição de hábitos associados ao gênero feminino. Mais tarde, quando entrou na Faculdade de Engenharia da UFRJ, foi a vez de encarar um ambiente predominantemente masculino. A colega de turma, Natalia da Costa, é outra que rechaça a visão subalterna da mulher e ainda revela que sua entrada na universidade, pela política de cotas, foi uma vitória pessoal. A seguir, o ponto de vista das duas sobre o desafio de enfrentar o machismo diariamente.

O fruto que move a economia paraense

Fonte de renda de 200 mil pessoas, o açaí no Pará tem um mercado em expansão. Leia abaixo o diálogo entre o negociador Raimundo Monteiro e o produtor Valdenor Ribeiro Lobato, dois especialistas na cadeia produtiva do fruto

Há espaço para todos

Raimundo Monteiro

Um negócio altamente rentável

Valdenor Ribeiro Lobato

Que caminho as cidades deveriam tomar para o desenvolvimento?

As cidades estão ficando maiores horizontalmente, levando moradores para cada vez mais distantes do centro, onde estão as oportunidades. Confira abaixo o diálogo entre os arquitetos Estêvão Menegaz e Luiz Fernando Janot, dois especialistas em planejamento urbano

Image Map